40 semanas de gestação

Spread the love

Chegou a hora! A 40ª semana equivale ao nono mês e você provavelmente dará à luz nessa semana, mas a gravidez pode se prolongar por até mais duas semanas. Apesar de normal, caso ocorra, ela deverá ser acompanhada de perto pelo médico.

Todos os órgãos do bebê estão desenvolvidos

O bebê está com todos os seus órgãos desenvolvidos, seus sentidos respondem a estímulos e seu coração bate aproximadamente de 110 a 160 vezes por minuto.

O sistema respiratório está maduro e o bebê começará a respirar sozinho a partir do nascimento. O sistema nervoso também está pronto, mas as células cerebrais continuarão se multiplicando durante os primeiros anos.

O trabalho de parto

Nessas últimas semanas, provavelmente você já sentiu as falsas contrações que preparam seu corpo para a hora do parto. Durante essa semana, é provável que tenha contrações verdadeiras e regulares que indicarão que chegou o momento tão esperado: a hora do nascimento.

Será que a bolsa irá se romper?

Certamente você já viu na TV ou no cinema histórias onde a grávida se encontra em um lugar muito movimentado ou realizando alguma tarefa e, de repente, a bolsa se rompe, informando que é a hora do bebe nascer. Na vida real, as coisas funcionam um pouco diferente. Apenas 15% das mulheres têm a bolsa rompida antes do início do parto e, se isso acontecer, não será aquele monte de água que aparece nos filmes e sim um vazamento mais lento.

As contrações verdadeiras

O maior indicador de que você está em trabalho de parto são as contrações. No início, elas surgem como uma cólica e uma dor nas costas em intervalos de 20 a 30 minutos. Essas contrações vão se tornando gradativamente mais fortes e mais frequentes.

Para identificar as contrações de trabalho de parto, preste atenção no padrão em que elas aparecem. As contrações verdadeiras são previsíveis e regulares e se tornam progressivamente mais próximas, longas e fortes até que venham a cada três a cinco minutos, aí sim é a hora de procurar o hospital, porque o parto está próximo.

Chegando ao hospital

O trabalho de parto leva, em média, de dez a quinze horas. Chegando ao hospital, o médico realiza alguns exames para verificar o bem-estar do bebê e o quão avançado está o trabalho de parto.

Caso a grávida deseje, pode ser aplicado um analgésico para atenuar a dor, mas que não comprometa a evolução do trabalho de parto.

O colo do útero se dilata aproximadamente 1 cm por hora. É esperada que a dilatação do colo do útero atinja 10 cm para então começar a fazer força para o bebe nascer. A partir desse momento, o nascimento deve ocorrer entre 40 minutos e duas horas.

A visão do bebê no nascimento

A visão do bebê ficará um pouco embaçada após o nascimento e ele poderá focar as imagens apenas a centímetros de distância, por isso o ideal é a mamãe falar com o bebê no máximo 30 cm de distância, que é aproximadamente a distância do peito ao rosto da mãe. Fale com seu bebê que ele reconhecerá a sua voz e a de seu parceiro.

Seu bebê gosta de ficar enroladinho

Seu bebê passou os últimos nove meses no útero, um lugar com pouco espaço em que a posição que ele considera como confortável foi a fetal, com braços e pernas flexionados.

Agora que ele nasceu, ele ainda não reconheceu que tem mais espaço e continua achando a posição fetal mais reconfortante, por isso que os recém-nascidos gostam de ficar enrolados num cobertor, isso lembra o ambiente intrauterino.

Na semana 40 e nenhum sinal de trabalho de parto

Com 40 semanas é considerado o fim da gravidez, mas se ao final desse período você não tiver nenhum sinal de trabalho de parto, não há nenhum problema em esperar mais duas semanas até o bebê nascer, contanto que seja acompanhado de perto pelo seu médico.

Só o médico poderá orientar sobre o melhor caminho a ser tomado, esperar mais alguns dias, induzir o trabalho de parto ou partir para uma cesariana.

Induzir ou não o trabalho de parto?

Quando o trabalho de parto não começa por conta própria, o médico poderá usar medicamentos que induzam as contrações e assim acelerar o trabalho de parto.

Geralmente o trabalho de parto só é induzido quando a gravidez permanece por mais de uma semana após a data prevista ou quando continuar a gravidez pode oferecer riscos para a mãe ou para o bebê, isso porque com cerca de 42 semanas a placenta pode se tornar ineficaz na entrega de nutrientes para o bebê.