O bebê de 8 meses

A fase do bebê de oito meses requer alguns cuidados. É fundamental que sua casa seja um ambiente seguro, haja vista que, nessa etapa, os bebês costumam se movimentar mais, seja engatinhando ou se arrastando.

O bebê de 8 meses

Crescimento

Com essa idade, o bebê entende que é uma pessoa diferente da mãe. Sendo assim, ele pode se sentir inseguro ao se separar dela.

Nessa etapa, o neném quer tocar em tudo que encontrar pela frente. Isso se dá porque, além de a sua curiosidade estar ainda mais aguçada, ele quer ter diferentes sensações táteis.

O neném se segura com dificuldade em algum ponto de apoio e tenta se colocar de pé. Assim que o faz, o bebê cai e, por vezes, acha engraçado. A partir de então, ele já entende como se faz e permanece tentando até conseguir.

Alimentação

Uma vez que o bebê já tenha atingido a idade de oito meses, ele já pode comer iogurte e gema de ovo. É importante mencionar que cada inserção deve ser feita separadamente, a fim de identificarmos possíveis alergias.

Uma novidade é que agora o bebê consegue se sentar à mesa, mediante a condição de ser acomodado em uma cadeira adaptada à idade.

Vale lembrar que, no oitavo mês, o neném já é capaz de comer alimentos mais sólidos. Sendo assim, ele pode se alimentar de feijão e algumas frutas, como o mamão, por exemplo.

Em geral, um bebê de oito meses faz quatro refeições por dia. Pode ser interessante fazer a seguinte divisão: uma mamadeira no café da manhã, um almoço que contenha alimentos sólidos, um lanche contendo frutas e uma mamadeira antes de dormir.

Sono

Os problemas de sono são muito comuns na vida dos bebês durante esse período. É sabido que, dependendo da faixa etária dos pais, eles não se sentem preparados para tal e/ou não sabem ao certo como agir. Caso esse seja o caso, procure não entrar em pânico.

Para que o bebê entenda que aquele horário é o de dormir, adote algumas rotinas. É possível, por exemplo, ler alguma história ou assistir algum desenho. O importante é que o bebê se habitue pouco a pouco e entenda que é hora de dormir.

Cabe lembrar que bebês de oito meses devem dormir, em média, entre onze e quinze horas.

Embora o bebê seja capaz de cochilar três vezes durante o dia, os intervalos podem diminuir. Isso acontece porque as necessidades do sono do bebê estão diminuindo. Além disso, alguns fatores podem perturbar o sono, como o incômodo da dentição ou o choro ao se separar da mãe, por exemplo. Não há motivos para pânico.

Caso seja necessário, peça auxílio ao seu pediatra.

Bem-estar

Uma das brincadeiras que mais divertem o bebê é a de procurar brinquedos. Nessa faixa etária, o neném já compreendeu que pode haver coisas escondidas. O mesmo se dá com as pessoas que o rodeiam: quando a pessoa que mais passa tempo com o neném se afasta, ele se entristece e chora. Entretanto, ele intui que não foi deixado de lado e que a pessoa retornará.

Essa fase é normal. O bebê não quer se separar da pessoa que possui um laço afetivo, desconfia dos rostos que não vê sempre, mesmo tendo simpatia por eles. Com o passar do tempo, ele voltará a se sentir confiante e seletivo com as pessoas.

Desenvolvimento

Uma vez que o bebê atinge a idade de oito meses, ele consegue ficar sentado sem o apoio das mãos, o que o possibilita brincar com mais facilidade. Além disso, o controle das mãos é muito mais intenso, e logo ele consegue passar os objetos de uma mão para outra.

Além disso, é comum o neném transferir os objetos de uma mão para outra. Sendo assim, ainda é precoce defini-lo como destro ou canhoto.

Emoções

O bebê de oito meses tende a se relacionar com pessoas específicas e que fazem parte do seu convívio. Ele gosta de estar acompanhado e provoca a reação das outras pessoas, como com pequenas risadas, por exemplo.

A cada vez mais ele interage com o meio e isso acarreta um interesse cada vez maior no que passa ao seu entorno. 

Nessa fase de desenvolvimento, ele se interessa pelos sons e movimentos que as pessoas produzem ao gargalhar, por exemplo. Sendo assim, não se espante ao ver um bebê observando os seus gestos.

Os sentidos

A coordenação está cada vez melhor, então ele já começa a bater palmas. Diante disso, entoar canções com o bebê em concomitância com as palminhas pode ser um ótimo treinamento vocal e auditivo.

As rimas das canções deixam a criança envolvida e, em curto espaço de tempo, ele reconhecerá as músicas para cantar.

O neném testa vários e diferentes tons que a sua pequena boca pode produzir.