O bebê de 1,5 meses a 2 meses

Como o tempo passa rápido! Seu bebê está com quase dois meses de vida e, a cada dia que passa, você descobre nele uma novidade. Os cabelinhos, que eram fartos, caíram um pouco. Ou o neném que nasceu carequinha agora já tem uma penugem. Tecnicamente ele já não é mais um recém-nascido. Ele está mais “durinho” e esperto e finalmente esboça sorrisos quando brincam com ele. Seu bebê está sorrindo para a vida.

O bebê de 1,5 meses a 2 meses

Assim como as alegrias e conquistas aumentaram, as preocupações entram em nova fase. Descubra agora como será o desenvolvimento e quais serão os cuidados necessários ao seu bebê de 1,5 mês a 2 meses.

Muita mudança em pouco tempo

Do nascimento até o segundo mês, é uma das fases mais importantes na vida do seu bebê. É quando se estabelece a ligação entre mãe e filho, essencial para o desenvolvimento emocional da criança. As mudanças que ele vai passar nesse período são intensas e podem influenciar no seu desenvolvimento e personalidade.

O bebê se sente um pouco mais independente e, ao mesmo tempo, assustado com tantas descobertas. É a fase do “dengo”, de chorar à noite toda, pedir colo. Ele está pedindo atenção porque se sente inseguro nesse “mundo novo”. Dê-lhe toda a atenção que precisar, pois só assim vai aumentar sua segurança e, com isso, ele vai se desenvolver melhor.

Crescimento e desenvolvimento do bebê de 1,5 mês

Já a caminho dos dois meses de idade, o bebê saudável continua crescendo e se desenvolvendo dentro do esperado. Com a amamentação e o sono estabilizados, provavelmente ele ganhará de 250 a 500 gramas nos próximos 15 dias.

É sempre recomendável que o bebê seja amamentado no seio pelo máximo de tempo possível, mas, caso haja dificuldades, e a mãe opte pela mamadeira, o pediatra poderá orientar sobre o leite adequado para cada fase. 

Se você amamenta no seio, vai notar que, quanto mais o bebê mama, mais leite você produz para atender às suas necessidades. Tanto na mamadeira quanto no seio, nada de insistir que ele mame além do que deseja. Mamar mais não vai fazer com que seu filho engorde ou cresça mais rápido. Deixe a natureza seguir seu curso.

O soninho do bebê de 1,5 a 2 meses

Nessa fase, o bebê já está mais crescidinho e esperto, dorme um pouco menos durante o dia. Mas a maioria ainda enfrenta um contratempo que tira o sono de mãe e filho: as cólicas. Elas aparecem no primeiro mês de vida e duram geralmente até os três meses. É uma das fases de maior “chororô” do bebê.

Uma das dicas para aliviar a cólica é segurando-o de bruços com a barriguinha apoiada na sua mão, balançando-o suavemente. Outra dica é flexionar suas perninhas, para ajudar a eliminar gazes ou evacuar. E tenha paciência, porque essa fase chatinha vai durar pelo menos mais um mês.

O banho: momento de prazer

Um dos momentos de maior alegria de mamãe e bebê é a hora do banho. A água deve ser aquecida a uma temperatura de 34º a 37º C. Antes de colocar a criança na banheira, a técnica para descobrir a temperatura certa é do tempo da vovó: basta colocar o seu cotovelo na água.

A posição certa é segurar a criança com uma mão, de barriguinha voltada para baixo e jogar água e ensaboar com a outra mão. Use sabonete e shampoo próprios para a pele sensível do neném. De preferência, dê banho no próprio lugar onde vai trocá-lo para evitar correntes de ar.  

A pele do bebê

Durante a gravidez, o bebê fica imerso em líquidos, por isso a pele desenvolve uma camada “extra” de proteção. Após o parto, como ele não precisa mais dessa proteção, a pele descasca. Por ter a pele tão fininha e sensível, nos primeiros seis meses, não é aconselhável usar nenhum tipo de creme a não ser para assaduras.

Crescimento e desenvolvimento do bebê de 1,5 a 2 meses

Entre 1,5 mês e 2 meses de idade, o seu bebê deverá crescer cerca de 4 cm e ganhar em média 700g a 1kg. É importante lembrar que o desenvolvimento psicomotor é diferente de criança para criança. Cada uma tem seu ritmo e é preciso respeitá-lo. Por isso, a dica é: não forçar nada, mas estimular, sempre.

Acompanhe na tabela abaixo o desenvolvimento do seu bebê menino ou menina.

  ALTURA PESO     Perímetro cefálico:
MENINO 57 A 58,4 CM 4,3 A 5,8 KG 39,8 CM
MENINA 56 A 57,1 CM 4,7 A 5,5KG 38,7 CM

Reflexos e sentidos do bebê de 1,5 a 2 meses

Comportamento

  • Dorme um pouco menos, acorda 3 a 4 vezes para mamar, ficando desperto durante uma hora entre as sonecas.
  • Começa a sorrir para tudo e para todos, de forma involuntária. É o chamado sorriso social.
  • Reage mais aos estímulos, seja o toque ou a fala.
  • Se distrai admirando sua própria mão, leva o pezinho à boca: está descobrindo o corpo.
  • Nessa fase, começa a chorar com lágrimas.

Visão

  • As duas retinas se fundem, o que permite que o bebê foque melhor em objetos e pessoas.
  • Consegue identificar padrões em preto e braço.
  • Já visualiza melhor as feições da mãe (em vez de apenas um contorno do rosto).
  • Segue o movimento de objetos com os olhos.

Audição

  • Como já ouvia vozes dos pais desde a gestação, tem esse sentido bem desenvolvido.
  • Presta atenção aos sons que escuta ao redor.
  • Já consegue registrar uma sequência de palavras e reconhece a voz da mãe, pai e pessoas próximas.
  • Vozes suaves e música ajudam-no a relaxar.
  • Começa a emitir sons conscientemente.

Olfato

  • Reconhece facilmente o cheiro da mãe. Seu olfato é muito desenvolvido, por isso evite perfumes fortes no contato com ele.

Movimentos

  • Pernas ainda arqueadas, por conta da posição que se encontrava na gestação.
  • Ainda tem pouco controle sobre seus membros
  • Vira o rosto de lado quando colocado de bruços acordado,
  • Levanta o queixo, controlando melhor a musculatura do pescoço. Sustenta mais tempo a cabeça.
  • Se movimenta mais, embora ainda de forma descoordenada.

Vacinas para o 2º mês

Nessa fase, é importante dar continuidade ao calendário de vacinas, com orientação do pediatra. As vacinas protegem o seu filho de diversas doenças e estão disponíveis na rede privada e pelo SUS. Aos dois meses, a criança vai tomar várias vacinas, prepare-se para as picadinhas e gotinhas.

  • Pentavalente – Contra difteria, coqueluche, tétano – 1ª dose
  • VIP – Contra poliomielite – 1ª dose
  • Pneumocócica – meningite, pneumonia e otite – 1a dose
  • Rotavírus – 1ª dose