O bebê de 11 meses

Uma vez que o bebê atinge os 11 meses de idade, ele já possui o seu próprio ritmo. Além disso, eles falam mais palavras.

O bebê de 11 meses

Considerando que o bebê está a um mês de completar um ano, ele não é mais tão frágil, tampouco dependente. Embora ele precise de cuidados e atenção, como sempre, fisicamente falando, ele está cada vez mais independente.

Crescimento

Os primeiros passos ainda precisam de auxílio, mas a coluna dos responsáveis pode demonstrar esgotamento, visto que é preciso ficar em uma posição um tanto quanto desconfortável. Sugere-se que alguns exercícios sejam feitos para fortalecer a coluna.

É sabido que, à medida que o bebê aumenta o peso, mais os responsáveis por pegá-lo no colo sofrem. Diante disso, movimentos bruscos devem ser evitados, bem como o jeito certo de carregar.

A partir do momento em que o bebê começa a dar os primeiros passos, a estabilidade tende a aumentar e ele se locomove com mais segurança.

Aos 11 meses, é possível que o bebê obedeça sem dificuldades alguns comandos, como: “Pega essa bola para mim?”.  A linguagem está se desenvolvendo rapidamente, logo, ele já consegue imitar os sons de algum desenho, por exemplo.

Vale mencionar que os responsáveis devem enfatizar as bases da linguagem. Diante disso, sugere-se que haja interação a cada vez que o neném tenta se comunicar. Busque encorajá-lo cada vez mais.

Alimentação

Nessa faixa etária, quase todos os alimentos já devem constar na alimentação do bebê. Nesses casos, o mais importante é que sejam pratos pouco condimentados.

Não se preocupe se o seu bebê rejeitar alguns alimentos ou novos sabores. Ele apenas precisa de tempo para aprender a aceitá-los e se adaptar. Além disso, a refeição anterior continua a ser equilibrada e contemplada por nutrientes.

De qualquer forma, reforçamos que a melhor opção é inserir alimentos paulatinamente. Além de essa prática causar estranheza ao paladar do bebê, faz com que possíveis alergias sejam verificadas mais facilmente.

Sono

Sabemos que agora o neném está mais ativo. Sendo assim, ele quer brincar mais, participar da vida dos pais e, até mesmo, sucumbir ao horário dos adultos. Visando evitar esse conveniente, estabeleça um ritual. É possível, por exemplo, jantar, tomar banho, ler uma história e ir para a cama.

Uma vez que algumas atitudes sejam repetitivas, a criança se acostumará e, pouco a pouco, ela vai perceber que a hora de dormir se aproxima.

Bem-estar

Uma vez que o bebê se aproxima de completar um ano de idade, ele precisa experimentar tudo aquilo que o rodeia, seja alimentos ou brinquedos.

Nessa fase, algumas crianças gostam de morder. Isso não significa que ela seja agressiva ou que não tenha educação. Isso está acontecendo porque é apenas através da boca e dos dentes que o neném descobrirá o mundo em que está inserida.

Caso o seu neném esteja fazendo isso, fique tranquila. Essa atitude desaparecerá com o tempo. Para ajudá-lo a perceber que isso é errado, converse com ele e deixe claro que essa atitude não é apropriada.

Explorando as mãos

Inúmeras palavras e sons diferenciados saem da boca do bebê nessa fase.

Para fazer parte desse processo, estimule o interesse e preste atenção ao que o neném está tentando dizer. Esse tipo de comunicação é essencial para que o aprendizado seja uma via dupla. 

Nessa fase, é possível unir as mãos à fala. Diante disso, sugere-se que algumas brincadeiras sejam feitas, como esconder alguns objetos, por exemplo. Além de aperfeiçoar a memória do bebê e o controle motor, os nomes dos brinquedos encontrados podem ser ensinados.

Desenvolvimento

O neném ainda pode tropeçar um pouco, entretanto, como toda criança, é destemida e quer andar longas distâncias. Não solte a mão do neném de uma vez por todas, visto que os músculos e as articulações precisam se adaptar ao novo desafio.

Enquanto o momento de andar sozinho por completo não chega, procure segurá-lo pelas mãos ou apoiando pelos braços.

Lembre-se de não recorrer ao andador. Os médicos recomendam que o bebê desenvolva o controle motor por si só, visto que isso pode prejudicar o desenvolvimento das pernas.

Após completar um ano, o neném vai querer andar maiores distâncias, além de aprender outras habilidades, como correr e pular, por exemplo. Nessa fase, o pula-pula será o melhor amigo do neném.

Emoções

Aos onze meses, o bebê entende comandos simples e pode ignorá-los com maestria.

Ainda que o bebê esqueça no dia seguinte o que foi dito, imponha limites e ensine a discernir o certo do errado.

Para melhor entendimento, observe as situações exemplificativas:

  • Vocês estão em um restaurante e o neném quer comer duas fatias de bolo. Ao negar o pedido, certifique-se de explicar a razão olhando diretamente para ela.
  • Vocês possuem um animal de estimação e seu filho puxa o rabo do cachorro. Diga a ele que isso machuca e pede para que não faça novamente. Ensine a ele a fazer um carinho em seguida.

Lembre-se que o neném está na fase de aprendizado, então cabe ao responsável ensinar o que é certo e oferecer proteção.