42 semanas de gestação

Spread the love

42 semanas de gestaçãoVocê já está na 42ª semana de gestação e nada do bebê querer nascer? Por mais que ele goste do ambiente uterino, ele não pode ficar ali para sempre.

Seu bebê está cada vez maior, sem espaço e a placenta não dá mais conta de suprir todas as necessidades nutricionais do bebê. Além disso, ele já está totalmente pronto para vir ao mundo e você, muito ansiosa para conhecê-lo.

O bebê na 42ª semana

É normal que seu bebê nasça com partes da pele seca ou irritada. Isso se deve à perda do lanugo e do vérnix que protegiam a pele do bebê. Fique tranquila, pois isso é inofensivo e passageiro.

É comum que o bebê que nasça de 42 semanas tenha unhas mais compridas e possivelmente mais cabelos.

Está na hora

Seu bebê e você receberão atenção extra nessa semana, tudo para garantir que seu bebê venha ao mundo com saúde e segurança.

Por mais que nem todas as gestações pós-termo estejam realmente atrasadas, já que pode ter havido um erro de cálculo da hora da concepção devido à ovulação irregular, a 42ª semana é o momento de o bebê nascer. Se não for por trabalho de parto natural, ele será induzido ou por cesariana.

Como o trabalho de parto é induzido?

Há uma variedade de métodos de indução de trabalho de parto. Os farmacológicos são os mais utilizados e se caracterizam pela administração de hormônios, como a ocitocina. Porém, a escolha dependerá de cada caso, da condição do colo do útero e da urgência da indução.

Quando o colo do útero não está dilatado

Se o trabalho de parto precisa ser induzido e o colo do útero ainda não está dilatado, a indução será iniciada com a administração de prostaglandinas que irão preparar o colo do útero para o parto. Esse amadurecimento do colo uterino também pode estimular as contrações.

Ocitocina para induzir as contrações

Se o colo do útero já estiver dilatado, o hormônio ocitocina é administrado para iniciar as contrações ou aumentá-las.

Métodos não farmacológicos para induzir o trabalho de parto

Dependendo do caso, o médico pode optar por outros métodos para iniciar o trabalho de parto. Entre eles está o rompimento artificial da bolsa, uma vez que o líquido amniótico é rico em prostaglandinas e pode estimular o trabalho de parto.

Vale lembrar que esse método tem suas desvantagens, uma vez que há um risco maior de infecção caso o parto demore a acontecer, pois o bebê não estará mais protegido pelo líquido.

Esse método só poderá ser feito pelo médico e depende de outras condições, como colo uterino com dilatação mínima de 1,5 centímetros.

O acompanhamento durante a indução

A indução do trabalho de parto só deve ser realizada pelo médico e ambiente hospitalar onde a mãe e o bebê podem ser monitorados.

O avanço da indução é monitorado regularmente e em alguns casos pode ser indicada uma cesariana.

A indução do trabalho de parto pode demorar. Tenha paciência

Um parto vaginal não induzido dura em média 15 horas e o parto induzido pode demorar ainda mais para que o organismo responda à indução e o trabalho de parto.

Uma maior dilatação e a posição do bebê influenciam no tempo da resposta à indução do trabalho de parto.