28 semanas de gestação

Spread the love

A 28ª semana é uma fase permeada de muitas transformações que ocorrem na gestação. O bebê, por exemplo, chega a pesar aproximadamente 1 quilo em média, além de ter em torno de 36 centímetros.

Desenvolvimento de órgãos

É nesse período que o cérebro da criança começa a ganhar complexidade, como destaca artigo do site American Pregnancy. A quantidade de tecido cerebral tende a aumentar, de acordo com o desenvolvimento do cérebro.  Além disso, são bilhões de células cerebrais trabalhando nessa fase.

Outra mudança tem a ver com o tamanho da cabeça, que agora é proporcional ao corpo dele. Também é nessa fase que o crescimento do cabelo persiste, além das definições mais acentuadas de sobrancelhas. E a partir das próximas semanas, essas mudanças serão mais intensas.

Ele já pisca e sonha

Como o seu bebê já conta com atividade cerebral mais consistente, é provável que ele já consiga piscar com mais facilidade, além de sonhar. Isso mesmo, os bebês podem sonhar nessa fase, embora sejam fragmentos e algumas imagens, sem a consistência de sonhos, os quais se costuma ter, segundo informações do site What To Expect.

O bebê percebe a luz

Já que a criança pisca e até sonha, nessa fase ela também consegue perceber com facilidade qualquer luz que passe sobre a barriga da mãe. Podemos dizer que o bebê está mais atento e observador, o que é perfeitamente natural – a medida em que desenvolve percepções do ambiente.

Alimentação adequada para essa fase

Deu para notar quantas mudanças significativas o bebê vivencia nesta fase, por isso, é importante que a mãe priorize alimentação saudável, com nutrientes que fazem toda a diferença para a criança que vai nascer.

Então, antes de fazer uma lista de alimentos, anote a primeira dica: beba muita, mas muita água, ao menos um litro e meio por dia. Como as mães transpiram muito nessa fase, é extremamente importante repor essa água perdida com o suor.

Além disso, consuma ao menos dois tipos de frutas todos os dias. Também inclua produtos ricos em fibras, encontrados em grãos e verduras. Evite alimentos muito gordurosos, o que pode ser danoso ao bebê.

Bom, em linhas gerais, para se ter uma rotina de alimentação saudável, você pode consultar a opinião de um nutricionista. Que tal?

Pode viajar durante a gravidez?

Muitas mães têm receio de viajar durante a gestação. De qualquer forma, antes de tomar essa decisão, é importante consultar a opinião de seu médico, para avaliar os riscos e medidas mais adequadas. Em geral, o médico tende a recomendar viagens na metade da gravidez – um período menos turbulento para as futuras mães. Casos de gravidez de alto risco ainda precisam de mais cautela, podendo ser proibidos pelo obstetra. Além disso, evite viajar sozinha, é importante estar sempre acompanhada, em caso de situações de emergência.

Em relação a viagens de avião, algumas companhias aéreas não permitem que mulheres grávidas embarquem no voo se estiverem perto das últimas semanas de parto. É importante checar esse dado com a empresa antes de viajar, ok?

Outra dica é verificar se um determinado destino exige o uso de uma vacina, o que pode ser restritivo para as grávidas. Em todo caso, cheque todas essas informações e busque por viagens de curta distância. Mas se optar por viagem ao exterior, considere adquirir um seguro de saúde, para se prevenir de quaisquer situações. Esses cuidados garantem uma viagem mais tranquila e feliz, que tal?

Consultas ao médico e preparação para o parto

A cada consulta ao médico, novos passos são determinados, inclusive, nesse período – provavelmente – o médico falará um pouco mais sobre o parto e orientações importantes para a chegada do grande momento: o nascimento. Uma das orientações é começar a se preparar para ir ao hospital e se planejar, caso o bebê chegue mais cedo.

Não é impossível haver essas situações. Lembrando que todos esses planejamentos podem ser acertados juntamente com o parceiro ou familiares.

Quanto às visitas ao médico, a partir da 28ª semana a tendência é de que as consultas ocorram a cada duas semanas até as proximidades do nascimento. Tire todas as dúvidas que tiver sobre a gestação com o seu médico.

Já escolheu os nomes?

Uma das etapas mais importantes é a escolha dos nomes. Essas decisões ocorrem nas primeiras semanas de gravidez, mas há casos em que os pais mantêm dúvidas quanto a essa decisão. De todo modo, essa escolha pode ser uma situação conflitante, especialmente se houver dúvidas quanto às opções. Assim como há casos em que mães e pais estão completamente decididos em relação aos nomes, sem receios desde o princípio da gravidez.