16 semanas de gestação

Spread the love

Seu bebê já tem o tamanho de uma pera! Se você abrir a sua mão e imaginar o seu filho cabendo nela, a sua ideia está totalmente alinhada com a realidade. Como ele está grande! Para além do tamanho, o seu bebê está também ficando mais forte: os ossos estão adquirindo rigidez a grande velocidade e eles já conseguem reter cálcio de forma eficiente.

Sistema imunológico do bebê já tem alguma autonomia

Claro que você e seu bebê são um só e irão sê-lo até ao nascimento. No entanto, o seu filho(a) está se munindo de todas as ferramentas necessárias para sobreviver após o parto. Um dos mecanismos que ele já está construindo é a produção de anticorpos: o sistema imunológico dele está ganhando força todos os dias.

Movimento ocular a funcionar

As pálpebras permanecem fechadas, mas os olhos já estão se movimentando.

Os estímulos cerebrais não param de aumentar e a cada dia que passa um movimento novo é detectado. As pernas e braços já estão com dimensões proporcionais entre si e se movimentam a todo o momento.

No ultrassom é possível observar chutes e todo o tipo de gestos com os membros superiores e inferiores. As papilas gustativas estão funcionando a pleno vapor e a distinção entre amargo e doce se torna evidente. O bebê é capaz de esboçar expressões faciais de acordo com os gostos que experimenta.

Restam poucas dúvidas sobre o sexo

Nesse momento, saber o sexo do bebê já não representa um mistério: os órgãos genitais são evidentes na ultrassonografia e você pode começar a pensar na cor da decoração do quartinho. Se quiser fazer o enxoval com calma, já não precisa fazer as suas compras com medo!

A fisionomia do bebê está cada vez mais definida

É verdade: as orelhinhas já estão na posição certa e os olhinhos estão se dispondo no local correto da face.

O seu útero está se expandindo a uma velocidade vertiginosa

Sua alimentação continua a ter um papel fundamental na sua saúde e na do bebê. Nessa fase, o seu útero experimenta uma expansão admirável e você precisa ajudá-lo nesse processo, ingerindo uma quantidade razoável de proteína. A proteína não é encontrada apenas na carne, isso é um mito!

Você pode complementar as suas refeições com um incremento na quantidade de feijão, leite, queijo, ovos ou mesmo com castanhas e sementes. Se você for vegetariana procure se informar com o seu médico da necessidade de algum suplemento que ajude a suprir as necessidades do momento.

O seu médico pode pedir-lhe mais exames informativos

A ciência ao serviço da gestante é, de fato, incrível. Nessa semana já pode ser feito o teste da alfa-fetoproteína, que detecta anomalias como anencefalia ou espinha bífida. Fique calma, pois esses exames servem apenas para deixá-la tranquila para usufruir da gravidez em toda a sua plenitude.

A forma como dorme pode sofrer alterações

Algumas mulheres começam a experimentar as primeiras sensações de desconforto durante o sono. Você já não consegue se movimentar como antes e, na hora de dormir, começa a ficar mais difícil descansar nas posições que você gostava antes da gravidez. O truque está em reeducar o sono e a postura durante o período de descanso.  Dormir de barriga para cima pode até, numa primeira análise, parecer confortável.

O seu bebê ainda tem um peso bem pequeno, contudo, o seu útero não. Nessa posição, a pressão na veia aorta localizada na parte posterior do abdómen aumenta muito e isso pode representar um risco que não tem necessidade nenhuma de correr. O ideal é que você comece a ter prazer em dormir de lado. Faça uso de travesseiros ou qualquer outro item que possa ajudá-la a se sentir confortável durante a noite. Dormir bem é essencial para se manter equilibrada física e mentalmente.

Se dedique a atividades físicas e emocionais de qualidade

A yoga e meditação estão no topo dos exercícios recomendados a gestantes. Tratam-se de práticas complementares que alinham o corpo e mente de forma exímia. São também conhecidas por melhorar a relação com o corpo durante a gestação e promoverem uma ótima preparação física para o parto.

Nesse contexto, também a hidroginástica é bastante aconselhada. Complemente todas essas práticas com uma boa música, leitura ou qualquer outro afazer que lhe promova uma sensação de bem-estar. Você fica em paz e o seu bebê agradece.