33 semanas de gestação

Spread the love

E mais sete dias se passaram! Agora, na 33ª semana de gestação, faltam menos de dois meses para ter seu bebê nos braços. Já pensou? Se você ainda não fez o chá de bebê, corra! Daqui pra frente a barriga vai crescer de forma surpreendente de um dia para o outro e as atividades que você realiza vão se tornar cada vez mais difíceis de serem executadas.

As mudanças no corpo da mamãe na 33ª semana de gestação

  • Ganho de peso: nas últimas semanas, algumas mamães chegam a ganhar mais de um quilo! Não se assuste e não tente fazer dietas malucas, pois é nessa reta final que o bebê está ganhando mais peso. Comer pouco pode fazer com que ele nasça pequeno para a idade gestacional (PIG) e com deficiência nutricional;
  • Colostro: pode ser que seu corpo já esteja produzindo o colostro (primeiro leite), mas pode ser que não. Ambas as situações são normais, então não fique encucada porque “a sua amiga já tem leite e você, não”. Lembre que cada indivíduo é único. Preocupe-se em manter sua ingestão de água alta;
  • Coceira: o aumento dos níveis de hormônios, a má circulação e a hidratação prejudicada podem te fazer sentir coceiras bastante desagradáveis. Nesse caso, tente utilizar um creme hidratante hipoalergênico, manter as pernas erguidas e dar algumas voltas. Se ainda assim não melhorar, consulte um médico;
  • Dores no pulso: as grávidas em geral sofrem essas dores, normalmente por trabalharem com computador. Como é comum ter muita retenção líquida, ocorre um inchaço ao redor dos nervos, e aí a dor é inevitável – mas dá para reduzi-la! O ideal é ter um bom período de descanso e tomar cuidados na hora de dormir, evitando deixar os braços embaixo do corpo. Medicamentos? Apenas com recomendação médica!

Como evitar desconfortos e melhorar a qualidade de vida

  • Na hora de dormir: os chutes ainda são frequentes e agora estão mais fortes, o que pode atrapalhar seu sono. Se isso acontecer, mude de posição. Pode ser que a que você está acostumada esteja incomodando o pequeno de alguma forma;
  • Alimentação equilibrada: talvez o nervosismo da aproximação da grande data esteja te fazendo comer mais que o normal, mas é importante observar o tipo de alimento que você está ingerindo, para evitar doenças como a diabetes gestacional e hipertensão;
  • Vitamina pré-natal: se você estiver sentindo-se fraca e já tem histórico de anemia, converse com o médico sobre a possibilidade de inserir uma vitamina pré-natal em sua rotina. Assim, tanto mamãe quanto bebê estarão suplementados, evitando possíveis complicações futuras.

O que está acontecendo com o bebê nessa semana?

  • Tamanho: na 33ª semana de gravidez, o bebê mede cerca de 42 cm esticado e pesa cerca de 2,2 kg;
  • Posição: se o bebê ainda não estiver em posição cefálica e você quiser um parto normal, não se desespere. Ele ainda tem tempo de se arrumar e, mesmo que isso não aconteça, na hora do parto podem ser realizadas manobras para virá-lo para a melhor posição;
  • Ossos rígidos: com exceção do crânio, que é mais maleável para facilitar o parto normal, os ossos do seu bebê já estão prontinhos;
  • Líquido amniótico: à medida que o bebê cresce, a quantidade de líquido amniótico diminui. Assim, se os exames recentes apontarem uma queda na abundância do líquido, acalme-se e converse com seu médico de confiança para saber se é motivo para preocupação;

O que fazer e evitar durante esse período

  • Converse com o bebê: agora que ele reconhece sua voz, ouvi-la é uma das coisas mais confortáveis que existem em seu mundinho. Mesmo que ele não vá respondê-la, pergunte como ele está se sentindo, fale sobre o seu dia, conte histórias;
  • Evite longas caminhadas: ainda que exercícios leves sejam recomendados para facilitar o parto, nessa fase a barriga já deve estar grande ao ponto de fazê-la sentir dores nas pernas e costas. Assim, preocupe-se com seu bem-estar e conforto.

Dicas para o parceiro nessa semana

  • Faça massagens: agora que sua amada está na 33ª semana de gestação, é perfeitamente normal que ela sinta dores pelo corpo todo. Mesmo que a massagem nas costas seja dificultada pela barriga, ela ainda é muito bem-vinda! É só deixá-la sentada e ajudá-la a diminuir essa tensão. Massagens nos pés também são uma boa pedida;
  • Ajude com o chá de bebê: se o chá de bebê ainda não aconteceu, ajude a organizá-lo! Compre o que for necessário, reserve o que tiver que ser reservado, escreva convites… com certeza há muito que você pode fazer para ajudar nesse momento tão especial.

Como têm sido sua 33ª semana de gestação? Sente muito desconforto na hora de dormir ou ainda está tranquila? E as dores pelo corpo todo, já são presença constante ou não? Conte pra gente!