3 semanas de gestação

Spread the love

3 semanas de gestaçãoVocê está oficialmente grávida! Esta semana é quando sua gravidez realmente começa. O óvulo acabou de ser fecundado pelo espermatozoide e está seguindo seu caminho até o útero.

O caminho até a implantação no útero

O óvulo fecundado agora é chamado de zigoto. Desde que ocorreu a fecundação, ele está se dividindo em duas células, quatro, seis, e assim por diante, enquanto segue seu caminho da trompa até o útero. Essa viagem dura em torno de quatro a cinco dias até se fixar à parede uterina e continuar seu desenvolvimento.

Seu bebê agora é um conjunto de células

Uma vez implantado na parede uterina, ele recebe o nome de blastocisto e continua sua rápida divisão e crescimento.

Nesse momento, já se pode configurar a massa celular interna que se tornará o próprio feto, uma cavidade cheia de líquido que se tornará o saco amniótico e as células externas que se tornarão a placenta e o cordão umbilical.

HCG, o hormônio da gravidez

O blastocisto implantado na parede do útero está crescendo e se multiplicando rapidamente e já conta com partes características que irão se tornar a placenta e bolsa.

A parte do blastocisto que se tornará a placenta, à medida que vai se desenvolvendo, produz HCG (gonadotropina coriônica humana). Este é o hormônio da gravidez que pode ser detectado nos testes de gravidez positivos.

Esse hormônio envia um sinal para os ovários, informando que não será necessário um novo período de ovulação, além de provocar um aumento na produção dos hormônios estrogênio e progesterona, que irão impedir que o próximo ciclo menstrual se inicie. Também irão estimular o crescimento da própria placenta.

À medida que a gravidez vai progredindo, mais HCG é produzido e lançado na circulação sanguínea da mãe e mais fácil a gravidez é detectada e confirmada por exames laboratoriais.

Tamanho do feto na terceira semana de gestação

Nessa semana, o bebê ainda é uma minúscula bola de células chamada blastocisto e tem aproximadamente o tamanho de uma cabeça de um alfinete.

As características do seu bebê já estão definidas

Mesmo sendo tão pequeno, todas as suas características genéticas hereditárias já foram definidas desde o momento da concepção em que o óvulo da mãe com 23 cromossomos e o espermatozoide do pai também com 23 cromossomos se encontraram.

Foi a combinação desses 46 cromossomos que determinou o sexo, a cor dos olhos, a cor do cabelo, a pele e o tipo de corpo do bebê que irá se formar.

Gravidez ectópica

Embora rara, a gravidez ectópica é uma gestação inviável em que a implantação ocorre fora do útero. Na maioria dos casos, a implantação acontece nas tubas uterinas, por isso também é conhecida como gravidez tubária.

Geralmente, o embrião cruza as trompas sem problema e se implanta no útero, mas em casos de gravidez ectópica, o óvulo não consegue passar e acaba se implantando no lugar errado.

A gravidez ectópica geralmente é observada a partir da 5ª semana, onde os sintomas como dor forte e sangramento começam a aparecer.

O corpo da mãe na terceira semana

Na terceira semana, ainda é cedo para você perceber que está grávida e quase nenhum sintoma é sentido.

Algumas mulheres podem apresentar um pequeno sangramento quando ocorre a implantação do zigoto no endométrio.  Esse sangramento é discreto e acontece perto do período em que ocorreria a próxima menstruação, por isso pode passar despercebido ou ser confundido com sinais pré-menstruais.

Náuseas, vômitos, aumento dos seios e outros sintomas típicos da gravidez só serão sentidos nas próximas semanas.

Cuidados com a saúde do bebê e da futura mamãe

A partir desse momento, tudo o que você faz será de alguma forma passado para o bebê. Por isso, nesse início de gravidez, bem como durante todo o período de gestação e amamentação, cuidados simples como evitar o consumo de álcool, drogas, tabagismo, certos medicamentos e alimentos, serão de extrema importância para o bom desenvolvimento do bebê e a continuidade da gestação.

Dê atenção especial à alimentação nesse período. Suplementação de ácido fólico e outros nutrientes essenciais além de uma dieta saudável e equilibrada são necessários para uma gravidez saudável.